Mande uma mensagem para a vereadora

(11) 9 3414-2500

É sancionada a Lei de coautoria da vereadora dra. Sandra Tadeu garante o tratamento de recuperados da covid-19 nas UBSs

A vereadora dra. Sandra Tadeu (DEM), é autora da Lei nº 17.567, que dispõe sobre o acompanhamento de pacientes recuperados da Covid-19, que tenham desenvolvido quadros graves ou não, com suas possíveis sequelas, nas UBSs da cidade. A Lei, que foi sancionada pelo prefeito Ricardo Nunes no último dia 08 de junho de 2021, também prevê a realização de estudos no pós-alta hospitalar.

Até a metade do primeiro semestre deste ano, foram registrados 17,5 milhões de pessoas infectadas pela covid-19 no Brasil, sendo que houve 488 mil mortes e 15,4 mil pessoas recuperadas. Superar a enfermidade, porém, não significa a plena recuperação, já que muitos pacientes apresentam diversos tipos de sequelas pós-covid.

Segundo recente publicação da revista britânica Nature, sobreviventes da covid-19 têm um risco 59% maior de morrer dentro de um período de seis meses após a infecção, devido a uma série de outros problemas de saúde remanescentes, entre eles: sequelas no sistema respiratório, no sistema nervoso, distúrbios neurocognitivos, de saúde mental, metabólicos, cardiovasculares e gastrointestinais.

Sendo assim, a Lei autoriza o Poder Executivo a implantar, em todas as UBSs, alas específicas para atendimento, acompanhamento e realização de exames. Todas as unidades devem contar com equipe multidisciplinar, tais como profissionais das áreas de cardiologia, pneumologia, fisioterapia e outras que se fizerem necessárias.

“A Prefeitura deverá manter cadastro, pela Secretaria Municipal de Saúde, dos recuperados por Subprefeitura com o objetivo de contribuir com institutos de pesquisas e estatísticas em mais informações sobre a pandemia”, explicou a vereadora.